Encontre aqui

02 de Março de 2017 às 17h09

De carona mas a pé

Programa gratuito incentiva que pais e crianças caminhem em grupos até a escola

Diminuir o trânsito, aproximar as pessoas, aumentar o compromisso com o horário, criar vínculos com o entorno e tornar a cidade um lugar mais amigável. Esses são os principais objetivos do “Carona a Pé”, que começou em junho de 2015 graças à iniciativa da professora Carolina Padilha. O projeto organiza a comunidade escolar que mora próxima para que pequenos grupos de crianças possam percorrer o trajeto de ida ou de volta do colégio junto com adultos condutores, seguindo uma rota determinada.

“Todos que topam participar dividem o desejo de criar uma cidade mais amigável, com menos trânsito, e de criar um vínculo de afeto com o entorno”, conta Carolina. “O projeto acredita que o caminhar coletivo ensina às crianças sobre como se comportar no trânsito e gera confiança entre elas e entre os condutores. Os pais também começam a confiar em outros adultos, o que estreita relacionamentos. Os pequenos ainda aprendem que cumprir regras é essencial para que o grupo todo chegue no horário e feliz”, acrescenta.

O programa não é um serviço, por isso não tem qualquer custo de mensalidade para os envolvidos. Os pais assinam um termo de autorização e são informados das normas necessárias para que a caminhada seja sempre segura e tranquila. Todos os participantes usam faixas de identificação e seguem alguns combinados, como caminhar em duplas para não atrapalhar outros pedestres, não correr e não passar na frente do condutor.

O plano da professora foi apoiado e acolhido pelo Colégio Equipe, na região central de São Paulo. Lá atualmente existem oito rotas que acontecem no período da manhã e da tarde, com mais de 80 crianças e 20 adultos envolvidos. Mas esse conceito pode ser implantado em qualquer escola, basta um adulto com vontade para começar a unir interessados.

“Algumas escolas manifestaram interesse, tanto da rede particular como da rede pública, mas ainda não houve casos concretos. Esperamos que isso aconteça em breve. Nesse tempo de projeto, conseguimos aprender e estudar algumas questões importantes para os dias atuais e para uma cidade com as dimensões de São Paulo. Podemos e queremos passar adiante esses aprendizados”, convida a professora.

Quer espalhar essa ideia? Então acesse o site www.caronaape.com.br ou envie um e-mail para carona@caronaape.com.br ou escolas@caronaape.com.br

indicas.com.br

COMENTÁRIOS

O2 Autolab.png
waxgreen